Pular para o conteúdo

Hubble capta imagem mais nítida de galáxia que teve explosão de estrela; veja

O telescópio espacial Hubble conseguiu captar uma imagem mais nítida de uma galáxia na qual uma estrela virou notícia após explodir violentamente. A nova fotografia frontal mostra a galáxia UGC 678, que fica a 260 milhões de anos-luz da Terra, na constelação de Peixes.

Embora os astrônomos saibam muito pouco sobre a formação e composição da galáxia, observações anteriores com diferentes telescópios revelaram que ela é um objeto intrigante.

Hubble flagra Galáxia UGC 678 na constelação de Peixes
Galáxia UGC 678, que fica a 260 milhões de anos-luz da Terra, tem semelhanças com a Via Láctea. Imagem: C. Kilpatrick e R. J. Foley (ESA, Hubble e NASA) / Divulgação

Em 2020, a área ganhou fama depois que astrônomos descobriram evidências de uma supernova perto do coração da galáxia. A estrela, muitas vezes mais massiva que o Sol, ficou sem combustível e cedeu sob sua própria gravidade em uma morte violenta.

A explosão foi detectada pelo sistema ATLAS (Sistema de Alerta Último de Impacto Terrestre de Asteroide), uma rede de quatro telescópios no Havaí, Chile e África do Sul. Embora o foco principal do ATLAS seja alertar os astrônomos sobre objetos que irão impactar a Terra, o sistema também sinaliza sobre mudanças repentinas em objetos celestes.

Astrônomos que participaram da descoberta teriam visto o evento alguns dias depois da explosão e pediram observações mais detalhadas. Com isso, apenas duas semanas após o incidente, a espaçonave Gaia, da ESA (Agência Espacial Europeia), confirmou que a luz brilhante era realmente de uma supernova.

Leia também:

Estudos adicionais foram feitos pelo Pan-STARRS, no Havaí, e pelo próprio Hubble. Várias dessas detecções ajudaram os astrônomos a definir a aparência da galáxia, mas eles ainda não sabem muito sobre a própria explosão estrelar.

O que se sabe é que a galáxia UGC 678 parece bastante com a Via Láctea – embora não faça parte dela. A galáxia está na constelação de Peixes e tem uma estrutura em espiral com um disco cravejado de estrelas formando tentáculos.

Além disso, o centro da galáxia tem uma estrutura em barra, graças ao gás e à poeira canalizados para dentro. Os astrônomos dizem que essa estrutura é semelhante a existente na Via Láctea, porém, muito mais fraca.

Via Space.com.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Hubble capta imagem mais nítida de galáxia que teve explosão de estrela; veja apareceu primeiro em Olhar Digital.